Visita da Cdial Halal ao governador da SASO ressalta a importância do Brasil para atender o mercado halal no mundo de acordo com regras internacionais

Segundo a ONU – Organização das Nações Unidas – o Brasil é considerado o celeiro de alimentos, principalmente, pela disponibilidade de solo e pela qualidade de seus produtos. E os países árabes estão cada vez mais consumindo nossos produtos com certificação halal.

Para estreitar ainda mais este relacionamento, o diretor-executivo da Cdial Halal, Ali Saifi, visitou o governador da Organização de Qualidade e Metrologia da Arábia Saudita (SASO), dr. Saad Othman Al-Kasabi. Durante o encontro discutiram sobre as novas normas e regras da certificação halal de acordo a Jurisprudência Islâmica. Criada há mais 45 anos, a SASO é um órgão de certificação especial e tem como responsabilidade o desenvolvimento e adaptação de padrões internacionais. Toda esta metodologia tem facilitado o processo de importação e exportação de mercadorias de e para o Reino, além de melhorar a qualidade dos produtos.

O mercado saudita é gigantesco e há inúmeras oportunidades para as empresas brasileiras. “Nossas indústrias precisam olhar mais para os países árabes. São países com forte crescimento populacional e necessidade de alimentos. O Brasil, atualmente, é um dos países que mais exporta proteína animal com certificação halal, atendendo aos padrões internacionais de qualidade. Temos competência, estamos preparados e só precisamos ficar atentos às inúmeras oportunidades de toda cadeia alimentar”, comenta Ali.

Só para os leitores terem uma ideia, de acordo com a ABPA – Associação Brasileira de Proteína Animal -, em 2019, foram embarcadas 4,212 milhões de toneladas de aves, totalizando US$ 6,994 bilhões em receitas.  Ao todo, foram 2,8% a mais quando comparada a 2018. Em frango, o Brasil é o maior produtor e exportador do mundo de carne halal – cerca de 50% dos frangos exportados têm certificação halal. De acordo com a entidade, as expectativas seguem otimistas para 2020. A previsão é que haja uma elevação de 7% nos embarques de frango em relação a 2019, o que deve alcançar 4,5 milhões de toneladas neste ano. Os Emirados Árabes Unidos foram responsáveis por 341,1 toneladas, 10% a mais do que o registrado em 2018. Saiba mais como funciona este mercado através do link: www.cdialhalal.com.br

A CDIAL HALAL é referência Global em Certificação Halal e mantém parcerias estratégicas com Empresas de Alimentos de Classe Mundial. Parte relevante de seus investimentos é direcionada à preparação e Qualificação dos Colaboradores, Gestão da Qualidade, Segurança dos Alimentos, bem estar animal, além da constante ampliação da capacidade produtiva para atender as demandas de mercado.
Post criado 75

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
PortugueseEnglishSpanishArabic