Ministra Tereza Cristina cumpre missão de ampliar e fortalecer mercados em países árabes

Ministra Tereza Cristina e Ali Saifi, diretor-executivo da Cdial Halal

São Paulo, 23 de setembro de 2019 – Os últimos dias foram agitados para a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, e a comitiva empresarial do MAPA, mas de grandes conquistas. Foram visitados quatro países do Oriente Médio – Egito, Arábia Saudita, Kuwait e Emirados Árabes Unidos –. O foco foi manter as relações comerciais, além de expandir os potenciais negócios bilaterais. O último país foi os Emirados Árabes. Confira a trajetória abaixo.

Trajetória
Egito – Tereza Cristina e a comitiva de empresários brasileiros chegaram ao Oriente Médio no dia 12 de setembro. O primeiro país a recebê-los foi o Egito, na capital Cairo. Lá, a ministra teve as primeiras conquistas: abertura de mercado para produtos lácteos brasileiros e importação de uva e alho egípcio.
Arábia Saudita – Segundo país da lista, foram realizados acordos para exportação de castanhas, frutas e ovosprodutos. A ministra Tereza Cristina evidenciou a possibilidade de reabilitação de quatro plantas de carne de frango brasileiras retiradas, em janeiro desde ano, da lista de unidades que podem exportar ao país árabe. Em novembro, a Arábia enviará uma missão técnica para fazer a verificação dessas plantas.
No Kuwait, a ministra conseguiu a abertura do mercado para o mel do Brasil. Outras possibilidades foram discutidas, como a ampliação das exportações de carne bovina brasileira e uma nova emissão de certificados de exportação e cooperação técnicas na área de pesca e aquicultura.
Emirados Árabes – Toda a equipe visitou, no último final de semana, a fazenda Al Adla Farm, produtora de frutas e legumes, como tomates, banana, pepino – projeto realizado em pleno deserto através do processo de dessalinização – e a fábrica da BRF, onde 100% da carne de frango utilizada é brasileira. Tiveram a oportunidade de conhecer e trocar conhecimentos numa fazenda de criação de peixes que possui tanques climatizados para reprodução de espécies como hamachi e salmão.

Na última quinta-feira, dia 19 de setembro, todo o grupo se reuniu com Saeed Al Ameri, diretor-geral da Agência de Agricultura e Segurança Alimentar. Durante a reunião, a ministra tratou de investimentos para obras de infraestrutura no Brasil, com foco no PPI (Programa de Parcerias de Investimentos). O programa possui projetos como a Ferrogrão e a Ferrovia de Integração Oeste-Leste, corredores ferroviários que serão importantes para o escoamento da produção de grãos e transporte até os portos.
Saeed e as demais autoridades presentes na reunião sugeriram que o Brasil envie uma lista com os projetos considerados mais exitosos e demonstraram interesse em firmar cooperações com a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), que conheceram em 2017.
“Foi impressionante a maneira como os árabes receberam a ministra Tereza Cristina. Durante as reuniões, as vontades e os argumentos ficaram bem claros, de ambos os lados. Eles realmente buscam parcerias muito fortes com o nosso país, estão dispostos a manter o que já temos e abertos para criar novas parcerias bilaterais. Há intenções plausíveis de ampliar as exportações de carnes de frango e bovina, açúcar refinado, milho e outros produtos. As visitas foram extremamente positivas e produtivas. A ministra fez um trabalho excelente e estas proximidades valorizam muito nossos produtos brasileiros e nos diferenciam de outros mercados. A seriedade e a firmeza da ministra nos colocam em um patamar de confiabilidade muito grande. É um trabalho que retornará com bons negócios para nosso país”, conta Ali Saifi, diretor-executivo da Cdial Halal e um dos empresários da comitiva da ministra.

Exportações em 2019
Segundo a Câmara de Comércio Árabe Brasileira, os países árabes, somados, foram o terceiro principal destino de produtos brasileiros entre janeiro e julho deste ano, atrás apenas da China e dos Estados Unidos. Em julho deste ano, as exportações do Brasil aos países árabes cresceram 27,4% em comparação com o resultado do mesmo mês em 2018, somando US$ 1,2 bilhão. Foi o melhor desempenho mensal de 2019 até o momento.

Exportação brasileira de carne de frango – 50% é halal

Fonte: ABPA

Cdial Halal – é uma das empresas com maior credibilidade no segmento de certificação halal do mundo. É a única no Brasil que recebeu a certificação ISO 9001:2015 da ABS Quality Evalutions para frigoríficos de aves e bovinos e produtos industrializados halal. Cresceu focada no seu negócio com atividades relacionadas ao abate de frangos, perus, patos e bovinos, incluindo também produtos industrializados. Saiba mais www.cdialhalal.com.br.
Mais informações:
LN Comunicação
Lucia Nunes – diretora e jornalista responsável
Natielly Santos – auxiliar de comunicação
55 11 3458.7724 / 99968.4105

Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, em reunião com o ministro da Agricultura do Egito, Ezz el-Din Abu Steit, no Egito
Ali Saifi, diretor-executivo da Cdial Halal, em evento promovido pela Câmara de Comércio e Indústria Saudita
Ministra Tereza Cristina, delegação do MAPA e autoridades do Kuwait durante reunião
Tereza Cristina em reunião com autoridades dos Emirados Árabes
Em Dubai, Tereza Cristina fala sobre oportunidades de negócios no Brasil
A CDIAL HALAL é referência Global em Certificação Halal e mantém parcerias estratégicas com Empresas de Alimentos de Classe Mundial. Parte relevante de seus investimentos é direcionada à preparação e Qualificação dos Colaboradores, Gestão da Qualidade, Segurança dos Alimentos, bem estar animal, além da constante ampliação da capacidade produtiva para atender as demandas de mercado.
Post criado 76

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
PortugueseEnglishSpanishArabic